Flavia Poppe, presidente do Instituto JNG, é uma das convidadas do I Congresso Internacional Inclusion

 

Flávia Poppe, presidente do Instituto JNG, é uma das palestrantes convidadas do I Congresso Internacional Inclusion, realizado nos dias 19 e 20 de maio, no Armação Convention Center, em Porto de Galinhas, Pernambuco. Poppe participará da mesa “Casa Adaptada – Acessibilidade e Autonomia”, no segundo dia do evento, às 16h30, debatendo a independência de pessoas com deficiência intelectual (DI).

À frente do instituto desde o início, em 2013, Flávia coordena ações com objetivo promover o debate sobre a autonomia e vida independente de adultos com Deficiência Intelectual. A ideia do JNG é disseminar modelos de moradias com suporte individualizado no Brasil, que já são realidade em outros países. “É necessário expandir as fronteiras da vida de pessoas com deficiência intelectual, criando novas perspectivas, principalmente na área de inclusão social. Fizemos intercâmbios para entendermos minuciosamente todo o processo que permite às pessoas com DI morarem sozinhas, com assistência profissional. Nossa conclusão é que qualquer um pode alcançar este objetivo, mas o que varia é o apoio que o indivíduo precisa”, explica Flávia.

Na mesma mesa redonda sobre moradia assistida, no Congresso Inclusion, haverá também uma palestra de Hamilton Oliveira, tetraplégico que mostrará como adquiriu sua independência, tornando-se ativista e empreendedor. Hoje, ele é autor e idealizador do blog Casa Adaptada, onde compartilha notícias do universo da deficiência física. “Pensei em criar o site após a compra do meu apartamento, pois na época tive muitas dúvidas sobre como adaptá-lo à minha nova vida e como deixá-lo mais confortável e que proporcionasse o máximo de independência”, adianta Hamilton Oliveira.

Para participar do Congresso, os interessados podem fazer sua inscrição pelo site oficial do evento: http://www.congressoinclusion.com

Sobre o JNG

O Instituto JNG é uma entidade sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social de Interesse Público (OSCIP), com sede no Rio de Janeiro. Criada com o objetivo de identificar, promover, coordenar e executar projetos de inclusão social para pessoas com deficiência intelectual (DI), com foco na moradia independente com suporte individualizado.

A iniciativa é fruto da preocupação de mães de jovens com Deficiência Intelectual que, ao se confrontarem com o fim da fase escolar e os desafios que se apresentavam, decidiram buscar alternativas para a inclusão social de jovens adultos.

Desde a sua criação, o Instituto JNG trabalha para promover autonomia e vida independente de adultos com Deficiência Intelectual por meio da disseminação de modelos de moradias com suporte individualizado, construindo redes e parcerias, nacionais e internacionais.

Conheça mais: http://www.institutojng.org.br/index